CONDECORAÇÕES E PRÊMIOS DO CARNAVAL

1985 – 'Estandarte de Ouro” de Melhor Passista masculino do Carnaval do Rio de Janeiro, pela Escola de Samba EM CIMA DA HORA, com o enredo : “ME ACOSTUMO MAS NÃO ME AMANSO”.

1990 – Prêmio Antena de Ouro' como coreógrafo e dançarino, destaque no ano, oferecido por Federação de Associações de Rádio e Televisão

1992 – 'Medalha TIRADENTES' condecoração maior da Assembléia Legislativa do RJ.

1995 – 'Medalha PEDRO ERNESTO' Título de 'Comendador' – Condecoração maior dada pela Câmara dos Vereadores do RJ.

1995 – "DESTAQUE DO CARNAVAL DE 1995" oferecido pelo Conselho do Carnaval da Cidade do Rio de Janeiro – Museu do Carnaval.

1997 - “Moção de Congratulações” oferecido pela Câmara de Vereadores da cidade do Rio de Janeiro por elevar e consagrar a cultura carioca, divulgando o nome do Rio de Janeiro em todo o país e no mundo.

1998 – Prêmio 'Estandarte de Ouro”- coreógrafo da Comissão de Frente do G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a Coreografia “OPERA DO MALANDRO ” , no enredo CHICO BUARQUE DA MANGUEIRA”;

1999 – Prêmio “Estandarte de Ouro”- coreógrafo da Comissão de Frente da G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a Coreografia “BAMBAS DO SAMBA”, no enredo “O SÉCULO DO SAMBA”;

2000 – Prêmio Tamborim de Ouro e Radio Mania FM, como coreógrafo da comissão de frente da G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a coreografia DOM OBÁ E SUA CORTE no enredo “DOM OBÁ II - REI DOS ESFARRAPADOS PRINCIPE DO POVO”;

2003 – 'Tamborim de Ouro' como coreógrafo da comissão de frente da G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a coreografia MOISÉS E OS HEBREUS, no enredo “OS 10 MANDAMENTOS O SAMBA DA PAZ CANTA A SAGA DA LIBERDADE”;

2004- Diploma e Medalha do Mérito Artístico e Cultural oferecido pela Academia Brasileira de Arte Cultura e História e pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo;

2004 – Prêmio “CARIOCA 10” de turismo e negócios – Rio Convention & Visitors Bureau

2007 – 'Estandarte de Ouro' como coreógrafo da comissão de frente da G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a coreografia : A PALAVRA É PRA DIZER, no enredo “MINHA PATRIA É MINHA LINGUA”;

2010 – Premiado, na 3a Edição do “Prêmio Estrela do Carnaval” categoria originalidade como coreógrafo da Bateria da EP. de Mangueira = com o enredo : MANGUEIRA É MUSICA DO BRASIL = *A coreografia, com os componentes da bateria, vestidos como presidiários, uma crítica à censura que vigorou no regime militar, eram “presos” em celas gigantes, com grades, em pleno desfile.

2014 – Tamborim de Ouro e Estandarte de Ouro de melhor Coreografia de Comissão de Frente pela G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira, com a coreografia: A FESTANÇA BRASILEIRA no enredo “A FESTANÇA BRASILEIRA CAI NO SAMBA DA MANGUEIRA.

2016 – Homenageado na Festa Nacional da Musica – Porto Alegre – RS

2016 - Premiado com a ORDEM DO MERITO CULTURAL DE 2016 oferecido pelo Ministério da Cultura – MINC;

2017 – Estandarte de Ouro de melhor coreografia de comissão de frente, pela G.R.E.S. União da Ilha do Governador, com a coreografia MACURA DILÊ no enredo “NZARA NDEMBU – GLORIA AO SENHOR DO TEMPO”

2017- HOMENAGEM A CARLINHOS DE JESUS COM O TITULO DE "GRANDE BENEMÉRITO DA CULTURA TRADICIONAL BANTU BRASILEIRA", OFERECIDO PELO "III SEMINÁRIO DE COMUNIDADES TRADICIONAIS BANTU " - NA SEDE DO ILABANTU/NZO TUBANSI - ITAPECERICA DA SERRA - SP